videos para pensar

Loading...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

carpe diem




Bom, era só uma consulta rotineira, mas aquela tarde, que não se diferenciava de nenhuma outra, que assim como outra qualquer, despertava na gente aquela preguiça costumeira, me mudara a vida. Ao chegar ao consultório, recebi a noticia de que teria pouco tempo de vida, o médico não sabia especificar, mas o certo é que logo logo estaria fazendo minha viagem derradeira.o meu mundo fora a baixo,meus pés flutuavam,me sentia como se estivesse suspenso no universo,pois por mais que a morte povoe nossa existência,raciocinar sobre a própria morte não é nada fácil,e ninguém espera que seja,porém na hora da verdade,é tudo bem maior do que a gente possa antecipar,são tantas as incertezas.
Certo dia, ao acordar senti algo diferente, abri a janela e fiquei observando.acredito que nunca houve na história dia mais bonito,o sol brilhava de uma intensidade fascinante,foi difícil não ficar imaginando quantas vezes eu ainda vivenciaria tal espetáculo ,quando se vislumbra o fim ,tudo é grandioso,tudo é mágico,é quando descobrimos o significado de milagre.
Minha vida sempre foi apressada, tinha a impressão que o dia era muito pequeno, eram tantos afazeres que nunca tive tempo para mim, se não tinha tempo para mim, imaginem se o tinha para meus amigos, para minha família. Meus filhos e esposa sempre se queixavam de minha rotina, mas eu dizia que não havia outra forma, pois o que estava em jogo era o futuro de nossa família. É engraçado como o momento menos importante para nós é presente, vivemos presos a lembranças ou em busca de conquistas futuras, não pensamos duas vezes na hora de sacrificar o presente, mas não deveria ser o contrario?O presente é o único momento cronológico que realmente nos pertence, não deveria ser o mais importante?
Disseram-me que o médico precisava me ver, fiquei assustado, mas eu já havia passado por esta fase, então me tranqüilizei. Ao chegar ao consultório, percebi que havia algo diferente, o homem de jaleco começou me dizendo que precisava se desculpar, pois havia cometido um grave erro, disse que minha saúde estava normal,e que tudo não se passava de um grande equivoco,disse também que entenderia se viesse a processá-lo, mas naquele momento me aproximei e lhe dei um fraterno abraço,seguido de um muito obrigado. Sem entender nada, ele me perguntou como poderia eu ser grato ao médico que cometeu tal erro, então lhe expliquei, que ele me havia dado uma nova vida, agora eu compreendo o valor da vida, agora sim sou um homem pronto para felicidade


Nenhum comentário:

Postar um comentário